quarta-feira, 13 de outubro de 2010

O convite de casamento

Depois de achar aqui que não poderia escrever como eu e Demis nos conhecemos, percebi que de alguma forma já tinha escrito. Nosso convite de casamento foi um cordel com nossa história (bom, pelo menos uma versão!), impresso em forma de livrinho mesmo, em papel colorido, com ilustrações e tudo.

Não poderia ter sido outro.

Cada “capítulo” ia em uma página, com uma ilustração (feita pela Mari Simas, arquiteta mais querida do Brasil e idealizadora do proprio cordel) na página do lado.

Olha o texto dele aí, ó:

Cordel-convite: A afortunada historia da brasileira e do cubano e como isso deu em casamento

ILHA
Vou lhes contar uma história
Que é difícil acreditá
Da brasileira e o cubano
Que atravessaram o mar

Motivação da travessia
Foi em nome de gostá
Naná inda nem sabia
O que tava pra encontrá

Quando saiu daqui pra ilha
Num vislumbrou o que ia sê
Andando por sem trilha
Deu de cara com Dedê

Três dias suficiente
Pro destino tecê
Com adeus de nunca mais
Voltariam a se vê?

APUNTALADOS
Dedê que num dormia
Vivia a caminhá
No empoeirado novo do dia
E na saudade de Naná

Ela nos dias de vida
Horas de se sempre sabê
Recebia coisa escrevida
E era do tal do Dedê

Antes todinha de dúvida
Resolveu o incerto encará
Dedê recebeu de visita
De novo na ilha Naná

Mais dias de conhecença
Puderam se agraciá
De rio, café e aliança
Que se iriam de novo encontrá

PASSAPORTE
Começaram então um trabalho
Longo de qualquer um cansá
O esforço era bom pois sabiam
Que era pra podê se juntá

Os amigos entraram na história
Pra mor de poder ajudá
Alê ajuntou com Auro
Pros mil papel assiná

Naná ansiava diário
A lonjura se aproximá
Chats evocou os santos
Pra visa de ouro apressá

Até que enfim, reluzente
O carimbo da permissão
Dedê abraçou sua gente
E partiu com dois coração

AVIÃO-PÁSSARO
Era seis, mas cabou sendo dez
Que o tempo quis escrever
Agosto foi o mês da vez
Desse encontro acontecê

Logo no continente
Dedê num pôde escolhê
Urgente corinthiano
E ele assim soube sê

Viagem num foi pra ele
Em nela fez novo crescê
Como convite de sol
Sua cidade enfim conhecê

No começo a idéiaseis mês
Num bastou pra vontade morrê
Dedê e Naná teve mais
É querê pra fazê

JANELA DE CASA
Aprendê a fazê feijão
E a casinha arrumá
Dividindo o mesmo colchão
No mesmo teto morá

Que Nana e Dedê decidiu
O vida-a-vida gozá
A saga que se cumpriu
E tende a continuá

De sempre pequeno em pequeno
O grande assim acontece
Amor é contraveneno
Amanhece também anoitece

No encontro de todo dia
Dificultoso aprendê
O junto que desafia
E inda mais qué crescê

CALENDÁRIO-DÚVIDA
E de tempo cismá em passá
Mais de ano correu
Eles num qué chegá
No quando o visto venceu

Em Dedê saudade aperta
Meple, sua gente, família
Sente janela aberta
De sonho a eterna Ilha

Mas o junto daquela Naná
No aconchego de cada uma noite
Convida mais a ficá
Fazê da saudadeponte

Os homens faz um dilema
Precisa papel pra ficá
Num é papel de poema
É o outro, o de casá

CASAMENTO
Mas casório também é poema
Se é feito de celebrá
União dos que sabe tá junto
Sem nem papel precisá

E nessa hora da história
Você virô personagem
É ontem, sempre e agora
Que recebe essa mensagem

Mesmo ausente no dito
É incluído da vida
De Naná e Dedê, no bonito
Que então a você convida

Preste bem atenção
Na página que vem depois
É hora da celebração
Da história daqueles dois!

NATALIA E DEMIS CONVIDAM PARA A CELEBRAÇÃO DE SEU CASAMENTO

Dia 07 de Fevereiro de 2009, às 20 horas, no...

E a cara:




16 comentários:

Anne disse...

A-RRA-SARAM! adorei mesmo, que máximo.
Sabe, fico toda tensa também com a exposição das vidas no blog. Mas a vida é pública não é? Como disse Dr. Taub, "a privacidade é uma invenção moderna" (não estou falando de nenhum filósofo, é do Taub do Dr. House da TV mesmo... rá, pensou que eu era toda culta e sabia de cor uma citação assim de um filósofo...)
E que demais dividir com a gente essa história fofa e registrar para o Benjamin conhecer mais tarde!
Demais...
Bjos
Anne
mammisuperduper.blogspot.com

Mari Rocha disse...

Nati,
lindo, muito lindo. tenho me encantado com a poesia da sua vida.
beijo!

Patrícia Boudakian disse...

Muito lindo, Natália. Adorei. Que legal a história de vocês! Super orgulho de ter uma amiga virtual assim.

=)

beijos mil

Ilana disse...

É Natalia, lendo essa história linda linda de vocês, me fez pensar em como os encontros são tudo na vida.
E os encontros de amor, então... Tão raros, tão difícies, tão esperados, tão inusitados. Tão lindos que geram até filhos! (taí Benjamim pra comprovar!)
(aproveitando o tema, bora tentar marcar o nosso então!)
Beijos

Sarah disse...

Que máximo Natalia, adorei! Super original e divertido!! Lindo!

Paloma, a mãe disse...

Natália, ficou mais que demais! Muito legal esta ideia de cordel-convite. Adorei o convite e a história docêis.
Beijos

no estrangeiro disse...

Super romantico!

Parabens pela originalidade.

Beijos

Tata

Ferna disse...

AMEI!
Arrasaram, arrasaram!

beijos flor e brigada pelo carinho de sempre tá?

Roberta Lippi disse...

SENSACIONAL!!! Que coisa mais linda e original. Adorei a história de vocês, o convite e o cordel.
Parabéns.
Beijos

Lillian Rocha disse...

Nati!
Ninguém sabe das minhas escrevinhadas...
É antigo, ficou abandonado um tempo, e até bem pouco tempo atrás eu nem falava tudo diretamente, pra não deixar ninguém entender nada mesmo. Mas depois do André, não teve como - a gente muda de pele, e inclusive o ar que a gente respira tem cheiro de bebê. E achei que eu iria gostar de mostrar alguma coisa minha, na verdade nossa, para ele depois.
Mas ainda tenho restriçoes com algumas coisas, pode reparar que não tem fotos, e poucos nomes.
Sem problemas deixar no teu link.

E eu tambem gostei muito de te ver ontem.

Mas aumentou a minha vontade de ver o Benja!

Beijaosaosao pra vc

mariana disse...

oi natalia,
sabe que estes seria o nome da minha filha? Mas tive menino, risos ....
que bom que visitaste e gostaste do blog, adorei.
venha sempre, e vou conhecendo teu cantinho tb.
um beijo, mariana do diario da mariana

Nell disse...

Que blog bom. Adorei. Parabéns pra vocês. Nell

Isadora Rubim disse...

Fantastico e original! Achei o maximo. Muito linda a historia de vocês.
Um beijo

Carol disse...

Que coisa mais linda meu Deus do céu! Ousada, criativa e cheia de doçura que só! E MUITA luz no caminho de Naná, Dedê e o filho que está lindo curtindo as papinhas a crescer. Beijo!


ps.: Beterra!!! Rá! Muito bacana!

Marina Fiuza disse...

Nossa, como assim eu não tinha visto este post até hoje? Que coisa mais linda! Nossa, sem palavras. É só o convite mais lindo e original que eu já vi na vida. Parabéns. Lindo mesmo!!!

Elen B. disse...

FANTÁAAAASTICO!!!!!
Não tenho palavras....
Felicidades!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...